FESTIVAL NACIONAL DE CHORO

Tempo de leitura: 1 minuto

Reunindo alguns dos principais nomes da música instrumental brasileira, o 7º Festival Nacional de Choro homenageia os 70 anos do compositor, pianista e arranjador Cristovão Bastos. Dia Nacional do Choro e aniversário do mestre Pixinguinha que era filho do músico Alfredo da Rocha Vianna, funcionário dos correios, flautista e que possuía uma grande coleção de partituras de choros antigos. Aprendeu música em casa, fazendo parte de uma família com vários irmãos músicos, entre eles o China (Otávio Vianna). Foi ele quem obteve o primeiro emprego para o garoto, que começou a atuar em 1912 em cabarés da Lapa e depois substituiu o flautista titular na orquestra da sala de projeção do Cine Rio Branco. Nos anos seguintes continuou atuando em salas de cinema, ranchos carnavalescos, casas noturnas e no teatro de revista.

Realizado pelo Instituto Casa do Choro com patrocínio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES – o 7º Festival Nacional de Choro vai reunir cerca de 100 artistas e professores da área. O palco da Praça Tiradentes terá sete shows no sábado com Cristovão Bastos, Só Alegria, Mauro Senise e Gilson Peranzetta, Adelson Viana e Kiko Horta, além da Furiosa Portátil. O palco recebe também os convidados Jorge Cardoso, do Ceará, e Fernando César, de Brasília.

SERVIÇO

FESTIVAL NACIONAL DE CHORO
Data: 23/04/2016
Local: Praça Tiradentes
Centro – Rio de Janeiro – RJ

PROGRAMAÇÃO:

12h: Jorge Cardoso (CE)
13h30: Fernando César e Regional (DF)
15h: Só Alegria (RJ)
16h30: Mauro Senise e Gilson Peranzzetta (RJ)
18h: Adelson Viana e Kiko Horta – Homenagem a Dominguinhos
19h30: Cristóvão Bastos, Luciana Rabello e Maurício Carrilho (RJ)
21h: Furiosa Portátil (RJ)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *