TIMONEIROS DA VIOLA

Tempo de leitura: 1 minuto

O Bloco Timoneiros da Viola toma como ponto de partida a preservação da memória e a prestação de homenagem a Paulinho da Viola, um dos mais importantes nomes da música brasileira, o Timoneiros de Viola, vencedor do Prêmio Serpentina de Ouro de Melhor Bloco do Carnaval 2012, é, atualmente, uma das mais importantes agremiações cariocas pela originalidade e importância de sua proposta. Criado em 2012 pelo jornalista, escritor e pesquisador Vagner Fernandes, com o aval do próprio Paulinho (cofundador e anfitrião), o bloco celebrará Cartola em 2015, ícone mangueirense, cultuado pela intelectualidade, aclamado por músicos e pelo público brasileiro.

Foi no antológico Zicartola, restaurante que Dona Zica e Cartola mantiveram por 20 meses na Rua da Carioca, no Centro do Rio, que eu recebi meu primeiro cachê. E também foi neste local que o então bancário Paulo César Baptista de Faria ganhou do jornalista Sérgio Cabral e de Zé Keti o apelido Paulinho da Viola — destaca Paulinho da Viola.

Neste contexto preservacionista, porém não saudosista, o Timoneiros da Viola tem como objetivo o resgate da poesia e do lirismo dos antigos blocos carnavalescos do Rio de Janeiro, executando única e exclusivamente as mais belas composições de expoentes do gênero, como Bide, Marçal, Candeia, Nelson Cavaquinho, Cartola, Donga, João da Baiana, Pixinguinha e, claro, Paulinho da Viola, entre outros. O projeto envolve grupos de instrumentistas e compositores que desfilam pelas ruas de Oswaldo Cruz e Madureira, bairros famosos pela concentração das melhores rodas de samba da cidade e na qual estão sediadas duas das maiores agremiações do Carnaval carioca: Portela e Império Serrano.

SERVIÇO

TIMONEIROS DA VIOLA
Data: 19/02/2017
Local: Praça Paulo da Portela (em frente à Portelinha)
Oswaldo Cruz – Rio de Janeiro
Hora: 13 horas (Concentração)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *