JAM DA SILVA

Tempo de leitura: 2 minutos

Jam da Silva nasceu em Recife, no Nordeste do Brasil em 1976, uma cidade que explodiu nos anos 90, com uma movimentação bastante criativa e avant garde na produção musical Brasileira. As raízes históricas da musicalidade do som refletem sua educação baseada no tambor e instrumentos de percussão, na história da música vai além dos sons tradicionais, procurando novas maneiras de usar os instrumentos clássicos brasileiros.

Jam da Silva  tem abordagem inovadora em suas produções, é uma mistura de artesanato com invenção. Parte de suas criações vêm da rua, literalmente: Sempre com um HD e um laptop, grava sons dos lugares por onde anda e incorpora essa biblioteca sonora em suas músicas. Ruídos, ambientações urbanas, orações em mesquitas, carros, por onde ele passa recolhe sons. Jam estuda texturas e o tempo inteiro, busca novos timbres as percussões que são processadas em tempo real, sugerindo uma percussão eletrônica que na verdade, é completamente orgânica. Ele trabalha os sons únicos da cuíca e do berimbau, transformando a cuíca num canto longo e duradouro e o berimbau numa nova textura distorcida.

A faixa-título do álbum “Dia Santo’’, com os vocais suaves de Isaar, chamou atenção do Dj Gilles Peterson, que foi incluída em sua compilação chamada Bubblers Four Brownswood e também ganhou destaque na premiação “All Winners Show 2009″, sendo uma das musicas mais tocadas na BBC em Londres.

Jam já passeou suas baquetas por uma enorme variedade de estilos. Viajou em várias excursões e colaborou com uma série de artistas internacionais e Brasileiros, ao vivo e em estúdios, como os franceses : Massilia Sound System, Moussu T et les jovents,Troublemakers, Camille e Sebastien Martel, com o Malinês Toumani Diabaté, os angolanos: Wysa e Paulo Flores, fez parte da bandas: F.UR.T.O. e Orquestra Santa Massa .

No cinema, participou tocando e compondo nos filmes: “Um outro Ensaio” (troféu festival de gramado para melhor trilha sonora em 2011), Os Narradores de Javé, Fábio Fabuloso, O Rap do Pequeno Príncipe, Só 10 Por cento é Mentira e os filmes americanos: Express Way, To Hi Too Holla (Danny Cabeza). Teve suas músicas gravadas pelas cantoras Roberta Sá (O Pedido), Elba Ramalho (Gaiola da Saudade), Barbara Eugenia (Haru) e parcerias com : Kátia B (O Baile), Luisa Maita (Na Varanda), Marisa Monte e Marcelo Yuka (Desterro).Patricia Cornils.

Pra completar, a Festa Vinil em Brasa, comandada pelo DJ 440, faz uma arqueologia musical que passa pelo samba-rock, funk, soul, a música pernambucana, ritmos paraenses como o carimbó, as guitarradas, e ainda flerta com a cumbia e a salsa.

Seja um apoiador do Giro 0800 a partir de R$ 1,00 Clique aqui 

SERVIÇO

JAM DA SILVA

Data: 28/10/2016
Local: Museu de Arte do Rio
Local: Praça Mauá, 05
Centro – Rio de Janeiro – RJ
Horário: 18 horas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *