SOTAQUE CARREGADO FESTIVAL

SOTAQUE CARREGADO FESTIVAL

Tempo de leitura: 5 minutos

O Sotaque Carregado Festival desembarca no Rio de Janeiro. Com curadoria do DJ MAM, o projeto nasceu do desejo de reunir ações inovadoras na valorização da música regional brasileira em festas, festivais, cd’s e bandas. Artistas nacionais e internacionais se encontram num diálogo cultural, que une música, artesanato, artes visuais e gastronomia.

Um dos maiores nomes da cena carioca, DJ MAM ganhou o Prêmio Noite Rio de Melhor DJ de MPB /Regional em 2012 e 2014. Sua relação com o Rio é intensa. MAM é o autor da trilha oficial do Rio de Janeiro,“Oba RIO” e também da música-­‐tema da comemoração dos 80 anos do Cristo Redentor do Corcovado, “Redentor”. O artista é atração de megaeventos como o tradicional Réveillon de Copacabana e as festas de 450 e 451anos do Rio. Sua pesquisa de sons do Brasil deu origem a seu primeiro álbum autoral, o Sotaque Carregado, e seu remix, o Sotaque ReCarregado. O álbum original foi finalista do Prêmio da Música Brasileira em 2013 e seu remix acaba de ser pré-selecionado para a edição 2016 do Prêmio, ambos na categoria eletrônica. Em setembro de 2015, o álbum chegou ao top 20 da World Music Charts Europe, a parada musical das rádios europeias, estabelecendo‐se como o primeiro do ano em sua categoria. Reconhecimento que o levou para importantes palcos internacionais como o Roskilde Festival e o WOMAD Chile. O artista foi convidado para participar do Festival D’Ile de France que acontecerá em 4 de setembro em Paris. “DJ MAM do Rio de Janeiro mixa o tradicional groove brasileiro com as novidades das pistas de dança mundiais. Especial destaque para seu espetacular figurino que mistura o glamour dos anos 80 a um cocar de penas tradicionais em uma maquiagem sombria”.

SERVIÇO

SOTAQUE CARREGADO FESTIVAL
Data: 16/12/2016
Local: CRAB – CENTRO DE REFERÊNCIA DO ARTESANATO BRASILEIRO
Endereço: Praça Tiradentes, 67
Praça Tiradentes – Rio de Janeiro – RJ
Horário: 17 horas
Informações: (21) 2212-78000

Seja um apoiador do Giro 0800 a partir de R$ 1,00 Clique aqui 

PROGRAMAÇÃO:

Bonde Babalakina: surgiu para celebrar os dez anos da Cia de Dança Babalakina. A bailarina Aline Valentim convida duas mulheres negras, Vall Neves e DJ Beta, expoentes por seus trabalhos artísticos e empreendedores em moda e música. De forte impacto estético e alta energia das danças afro-brasileiras, somados ao repertório de música preta para dançar e empoderar, o Bonde Babalakina passa deixando um recado de luz, alegria, respeito e valorização das artes negras no corpo contemporâneo. Dança, música, moda, performance e oficina relâmpago de dança afro.

Som das Artes: Associação sediada no Largo de São Francisco da Prainha (RJ) que realiza ações culturais com moradores do bairro. O Som das Artes tem atividades com música, teatro, explora temas do folclore e promove a inclusão do público como agente produtor da cultura local.

André Sampaio & Os AfroMandinga: André Sampaio mergulha de cabeça em seu trabalho solo. Com 17 anos de carreira e conhecido como fundador do grupo Ponto de Equilíbrio, André agora se junta aos AfroMandinga no álbum Desaguou (2013) para mostrar as inúmeras possibilidades que a combinação de blues, jazz e música africana pode resultar. André Sampaio & Os AfroMandinga usam a tradição e a modernidade para transmitir um som único, viajando pelo Brasil, África e Europa.

Alabê Ketujazz: Alabê é um grupo musical que apresenta a percussão tradicional do candomblé da nação Ketu em uma linguagem jazzística. As composições são diálogos da percussão com o saxofone, como no Candomblé dialogam o Rum (o atabaque que conduz o ritual) com o Orixá. O grupo foi fundado por Antoine Olivier, percussionista francês que se radicou no Brasil, formado em “Ogã” nos terreiros tradicionais de Candomblé do Rio de Janeiro, e pelo Saxofonista e compositor brasileiro Glaucus Linx (Carlinhos Brown, Isaac Hayes, Salif Keita, Elza Soares).

Afrojazz: Música Brasileira com todas as influências do mundo: este é o som do Afrojazz. Seja jazz com trompete e sax, como nos tradicionais combos, ou com a guitarra elétrica do rock e do afrobeat, passando pelo percussão e bateria que trazem os toques ancestrais dos tambores, a miscelânea de ritmos e estilos do grupo é uma verdadeira imersão na ancestralidade musical afro-brasileira.

Banda Black Rio: Com quase quatro décadas de música e história, a Banda Black Rio traz em sua essência inúmeras etnias e idiomas musicais. Criações sem fronteiras, que unem os tradicionais toques de samba, soul, jazz e funk e atravessa gerações, dialogando com a música moderna, o rap e groove de sobra.

DJ MAM: Na ativa desde 2002, DJ MAM é um consagrado DJ, produtor e artista carioca na vanguarda da nova MPB. O artista mixa o tradicional groove brasileiro com as novidades das pistas de dança mundiais. DJ MAM já se apresentou no Roskilde Festival na Dinamarca, na Atlântic Music Expo em Cabo Verde, no WOMAD no Chile e no Cielo Club em Nova York, além de tocar para mais de 2 milhões de pessoas no Réveillon de Copacabana. MAM recebeu o Prêmio Noite Rio de melhor DJ MPB / Regional em 2012 e 2014.

CL∆PS: Idealizada por MouChoque e Baré (Ritmo de Favela) e batizada pela DJ Ruby, o Baile CL∆PS teve sua primeira edição em maio de 2014 em uma boate em Copacabana. A CL∆PS é um baile funk livre e itinerante que ocupa lugares públicos e/ou privados tocando ritmos oriundos das favelas e periferias do mundo como dancehall, reggaeton, cumbia, kuduro e o funk carioca.

VJ Notívago: Desenvolve soluções e projetos relacionados às artes visuais e projeções de diversos tipos para eventos, espetáculos, festivais e instalações. É percussionista, diretor de arte e produtor audiovisual. Tem forte interesse em iluminação, cultura popular regional, video-dança, ciclo/vídeo-ativismo e ocupação de espaços públicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.