RODA DE SAMBA DA BANDA DA CONCEIÇÃO

Tempo de leitura: 2 minutos

A proposta da banda da conceição é resgatar os carnavais de antigamente, que voltou à baila em 2009, após quase 30 anos parada. O cenário não poderia ser melhor: nas ruas dos bairros Saúde e Morro da Conceição, berços do samba no Rio de Janeiro, e que sediaram o seu primeiro desfile, em 1973. Marcos Lopes, mais conhecido como Frigideira, é um dos organizadores. Quando a Banda da Conceição foi fundada, Frigideira era um jovem folião de 16 anos. E foi o saudosismo que o fez juntar alguns amigos para recriá-la.

Cria da região portuária e, mais precisamente, do Morro da Conceição, o Terreiro de Breque volta aonde nasceu para celebrar o encontro: é a Banda da Conceição que inaugura sua roda mensal. No repertório do grupo, não poderá, claro, faltar o samba de breque, além de outras vertentes do nosso mais genuíno gênero, como o samba de terreiro, o sincopado, além de ijexás e sambas de roda.

A HISTÓRIA DO TERREIRO DE BREQUE

Lá se vão sete anos de um encontro inesquecível: no réveillon de 2009, no Morro da Conceição, um samba improvisado avançou pela madrugada – e pelos anos vindouros. Era a semente do Terreiro de Breque, que germinou pela iniciativa de Fernando Amorim, Renan Sardinha, Zeh Gustavo e Quel Santos. Logo depois, juntou-se ao grupo, ainda nas primeiras apresentações, a cantora Fernanda Magá.

Alguns saíram, outros músicos chegaram e o Terreiro de Breque continua, fiel a seus princípios de promover rodas democráticas, abertas sempre às participações de músicos amigos, em eventos gratuitos ou com preços acessíveis de entrada ou couvert. A proposta musical abrange pra valer o samba de breque, renegado pelas outras rodas do Rio. Toma para si e enaltece as várias praças e vertentes que fizeram a história do samba. Faz-se voz do que tentam calar. Permite e promove a música inédita e canções ou autores pouco cantados por aí, sem o estigma de que “isso não funciona numa roda de samba”. Com entrega, alma e amor, tudo funciona!

Sempre em transformação, o grupo toma parte na rica história cultural da cidade do Rio de Janeiro: ao samba executado pelo Terreiro de Breque se somaram elementos de outras culturas musicais regionais, presentes principalmente na Região Portuária, como o ijexá de origem africana e o samba de roda baiano, o forró e a moda de viola dos migrantes nordestinos. É uma união de musicalidades.

Seja um apoiador do Giro 0800, conheça o projeto  Clique aqui

Conheça o nosso canal no Telegram, se inscreva totalmente grátis Eu Quero 

SERVIÇO

RODA DE SAMBA DA BANDA DA CONCEÇÃO
Data: 19/11/2017
Local: Bar do Geraldinho
Endereço: Ladeira do João homem, 65
Morro da Conceição – Rio de janeiro – RJ
Horário: 17 horas
Grátis (Os músicos passam o chapéu)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *