SAMBA CREMOSO – O CRÈME DE LA CRÈME DO SAMBA

SAMBA CREMOSO – O CRÈME DE LA CRÈME DO SAMBA

Tempo de leitura: 2 minutos

O Produtor e Livreiro Ronaldo Dias e o Maestro Rafael Barros Castro promovem o Samba Cremoso. A Roda que celebra e exalta o samba e seus criadores, com um repertório formado pelo crème de la crème do bom e eterno samba.A Roda de Samba é formada por Rody da Mangueira, Agenor de Oliveira e Guilherme Sá. No repertório Sambas de Candeia, Cartola, João Nogueira, Monarco, Paulinho da Viola e outros mestres da música Brasileira.O Samba Cremoso reafirma território e bate ponto no Armazém Senado, no centro do Rio.

Nesta edição aniversário do Livreiro Ronaldo Dias com atrações especiais. O Duo Jazz Em Dois, que atravessa diariamente parte das entranhas da nossa cidade através do metrô, levando boa música e alegria aos passageiros e de vez em quando se esquivando dos seguranças. Os dois moleques são danados, vale a pena conferir.

Outro convidado é o meu amigo Marcello Bogo, também conhecido como DJ MB Groove. Sua participação ainda não está acertada, há uma questão de agenda, mas vamos cruzar os dedos e torcer para que o mano possa vir nos fazer sacodir o esqueleto ao som de grooves tropicais com muita malemolência.

Eles já estão afinados, com a empolgação e vontade de fazer bonito em uníssono. Num encontro recente entre o homenageado e alguns integrantes do Samba Cremoso foram decididos os detalhes da apresentação.

Foi o Vice-rei Conde de Resende que, em 1796, mandou alinhar essa rua em terrenos da vasta propriedade de Pedro Dias Paes Leme, guarda-mor das minas.

A Câmara atribuiu-lhe, inicialmente, o nome de Rua do Resende, homenageando o responsável pela obra. Posteriormente, este Senado da Câmara, como era conhecido o Conselho Municipal, decidiu dar a mesma denominação à outra artéria, maior e mais importante, por considerá-la mais condígna com a pessoa do Vice-rei. Este concordou, desde que, a denominação inicial do primeiro logradouro fosse substituída para Rua do Senado, colegiado que tanto o ajudou na abertura da rua e no saneamento daquela zona da cidade.

A partir de 1884, passou a chamar-se rua Senador Bernardo de Vasconcelos, retornando ao nome tradicional por decisão da Câmara Municipal, de 28 de janeiro de 1892.

ARMAZÉM DO SENADO

Inaugurado em 1907, até a década de 1940 funcionava como armazém. Hoje o estabelecimento é um bar que oferece diversos tipos de cervejas e petiscos. Em 2011 o estabelecimento adquiriu o status de Patrimônio Cultural da cidade após ter sido tombado pela prefeitura.
Seja um apoiador do Giro 0800 a partir de R$ 1,00 e ajude o projeto Clique aqui 
SERVIÇO
SAMBA CREMOSO
Data: 27/05/2017
Local: Armazém do Senado
Endereço: Avenida Gomes Freire, 256
Lapa  – Rio de Janeiro – RJ
Horário: 13 horas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.